Nós seremos uma oposição programática a Bolsonaro, diz João Campos

Foto: Dayvison Nunes/JC Imagem
O deputado federal eleito João Campos (PSB), filho do ex-governador Eduardo Campos, voltou a demarcar a postura do bloco de oposição ao governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) formado pelos socialistas com o PDT e o PCdoB. Ao ser questionado sobre o discurso de posse do governador em que há uma alfinetada a Bolsonaro, João Campos elogiou a fala do aliado, mas ressaltou que o bloco na Câmara dos Deputados fará uma “oposição programática” ao governo.
“Eu acho que o governador fez uma fala muito boa, verdadeira. E já é um posicionamento do nosso partido. Desde do primeiro momento que reunimos a Executiva do PSB Nacional, há um entendimento muito claro das divergências ideológicas que nós temos com o governo do presidente Jair Bolsonaro, mas que nós jamais vamos fazer uma oposição intransigente, sistemática”, disse o futuro deputado, que toma posse no dia 1º de fevereiro. Ele estava presente ao lado da ex-primeira-dama Renata Campos à cerimônia de posse do governador Paulo Câmara (PSB) nesta terça-feira (1º)


“Nós seremos uma oposição programática e que vamos lutar por aquilo que é de interesse do povo e ao mesmo tempo lutar pelas conquistas que o povo brasileiro já trouxe até aqui, que essas conquistas não sejam perdidas”, completou.
João Campos já adiantou que o bloco que acabou deixando de lado o PT, que hoje possui a maior bancada com 56 deputados, tem como objetivo conquistar a liderança da Minoria da Câmara para viabilizar uma “oposição responsável”. Unidos, PSB, PDT e PCdoB têm 69 parlamentares na Casa Baixa.

Um comentário: