Universitária morre após ser picada por formiga na Bahia

A jovem tinha 24 anos e morava em Salvador para estudar Medicina. Ela era filha de um ex-vereador  de Pilão Arcado, no norte da Bahia / Foto: Reprodução/ Facebook


A estudante de Medicina Michelle Giannini Teixeira do Valle, de 24 anos, morreu na tarde da última terça-feira (23), após ter sido picada por uma formiga na casa onde ela morava, em Salvador.

A jovem foi internada por volta das 14 horas da segunda-feira, (22), no Hospital da Bahia (HBA). Segundo a unidade de saúde, Michelle foi levada ao local em estado extremamente grave por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).
De acordo com informações dos agentes do Samu, a estudante foi vítima de uma picada de inseto, que evoluiu para grave síncope com choque circulatório e parada cardiorrespiratória (PCR).

Informações do hospital

O HBA informou ainda que os médicos do Samu tentaram por cerca de 40 minutos reanimar a jovem antes de encaminhá-la ao hospital, onde chegou em coma profundo (Glasgow 3), sem reflexos de tronco. Na unidade de saúde, foram solicitados todos os exames e testes toxicológicos.

"A paciente teve o protocolo de morte encefálica fechado nesta terça-feira (23), às 16 horas, e a família assinou o termo permitindo a doação de órgãos", afirmou o HBA, em nota.
Michelle é filha do ex-vereador de Pilão Arcado, no norte da Bahia, Márcio Ribeiro do Valle e neta do ex-prefeito da cidade João Ribeiro do Valle.
Nas rede sociais, amigos e parentes lamentaram a morte da estudante. "Essa menina querida se foi, partiu para sempre e, junto com a saudade que deixou no coração daqueles que a amam, ficaram a sensação de impotência e um luto carregado de saudade e confusão", escreveu uma internauta.
"A ficha ainda não caiu... Meu coração está despedaçado", publicou um amigo. "Te guardarei para sempre em meus pensamentos Descanse em paz, minha querida. Você é luz. Vá, brilhe e olhe por todos nós."
O corpo de Michelle foi levado nessa quarta para Pilão Arcado, onde deve ser enterrado.

Nenhum comentário