Suspeito de esfaquear e matar professora no Cabo é preso em Gravatá

Crime chocou o bairro de Ponte dos Carvalhos no fim do mês passado / Foto: Reprodução / Google Street View
A Polícia Civil anunciou na tarde desta sexta-feira (13) a prisão do servente de pedreiro Jefferson Manoel de Lima, 27 anos, no município de Gravatá, no Agreste de Pernambuco. Ele é o principal suspeito do assassinato da professora Letícia Maria dos Santos, 38 anos, em 30 de junho deste ano, na Rua Vinte e Oito, Ponte dos Carvalhos, Cabo de Santo Agostinho, Grande Recife.  Na ocasião, a vítima foi esfaqueada diversas vezes na cabeça e no rosto. O assassino deixou a faca encravada na nuca dela.
Jefferson foi encontrado pela polícia na casa de um avô, em Gravatá. Segundo o delegado seccional do Cabo, Diogo Faria, no momento da prisão ele confessou o crime. Faria classificou o assassinato da professora como “repugnante”. De acordo com o delegado, o crime se trata de feminicídio. Jefferson vai ficar preso preventivamente até o fim do inquérito, quando ficará à disposição da Justiça.

Temperamento violento

O suspeito é ex-companheiro de Letícia e justificou o crime para os policiais afirmando que não aceitava o fim do relacionamento. De temperamento violento, o servente de pedreiro já foi preso por uma tentativa de homicídio cometida em 2013, também no Cabo, contra um ex-cunhado. A vítima deste crime estaria se relacionando com outra ex-companheira de Jefferson.

Nenhum comentário