Planalto anuncia Caio Luiz de Almeida Vieira de Mello como ministro do Trabalho



A Presidência da República informou nesta segunda-feira (9) que o advogado Caio Luiz de Almeida Vieira de Mello será o novo ministro do Trabalho. A posse será nesta terça (10).


Desembargador aposentado, Vieira de Mello é ex-vice-presidente do Tribunal Regional do Trabalho da Terceira Região (TRT-3). Atualmente, é consultor do escritório de advocacia Sergio Bermudes.


Segundo o tribunal, o novo ministro entrou na magistratura trabalhista em 2001, numa vaga destinada à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).



O novo ministro do Trabalho, Caio Luiz de Almeida Vieira de Mello (Foto: Reprodução/Escritório Sergio Bermudes)


Formado em direito pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), ele chefiará o Ministério do Trabalho no lugar de Eliseu Padilha, que assumiu o comando da pasta de maneira interina na última quinta-feira (5).


Na semana passada, o então ministro, Helton Yomura, pediu demissãoapós ter sido alvo da Operação Registro Espúrio.


Deflagrada pela Polícia Federal, a operação apura irregularidades na concessão de registros sindicais pelo Ministério do Trabalho


Repercussão




Após o anúncio da Presidência, o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, afirmou que a escolha de Vieira de Mello é uma "indicação pessoal" do presidente Michel Temer "que não passou pela política".


Marun é o responsável pela articulação política do governo e pela interlocução do Palácio do Planalto com o Congresso Nacional.


"[Vieira de Mello] é um homem do meio jurídico. [O presidente] consultou vários amigos e lhe foi sugerido o nome deste mineiro, ex-vice-presidente do TRT. O presidente viu nele as condições para o exercício desta importante missão. Tratou-se de escolha pessoal do presidente da República", afirmou.

Nenhum comentário