Em visita ao Sertão, Humberto Costa faz defesa de Lula




Em agenda pelo interior do Estado, o líder da Oposição no Senado, Humberto Costa (PT), nesta quinta-feira (5), tentou reforçar a intenção do PT de manter a candidatura do ex-presidente Lula à Presidência da República.
“Apesar de impedido de fazer campanha, vítima de uma grande perseguição política, Lula segue líder em todas as pesquisas. E a oposição sabe que se ele se candidatar será eleito, se brincar, até no primeiro turno. Então, não tem porque, agora, pensarmos em outra alternativa”, disse o senador, ainda sem querer aceitar a condenação do aliado.
No entanto, a participação de Lula no debate político, embora ainda muito superior à de quase todos os adversários, vem apresentando queda conforme aproxima-se o período oficial de campanha para as eleições de outubro. Agora, não raro o petista já apresenta volumes bem menores de menções em relação a Jair Bolsonaro, cujas falas em evento da Confederação Nacional da Indústria fizeram com que, nesta quarta (04), acumulasse 64,3 mil tuítes. Foi o maior volume diário de referências ao deputado desde 07 de junho, quando assuntos diversos engajaram menções a ele.
Reforma Trabalhista volta ao debate
A decisão do Supremo Tribunal Federal no dia 29 de junho de rejeitar o retorno do imposto sindical obrigatório e o efeito dessa medida no financiamento das campanhas eleitorais deram o tom do debate econômico associado aos presidenciáveis nesta semana e trouxeram à tona uma forte discussão sobre outras resoluções da Reforma Trabalhista.
A decisão do STF também esteve associada ao volume de menções ao ex-presidente Lula, mas de forma crítica ao petista. De forma geral, os usuários destacaram que suas campanhas eleitorais foram financiadas principalmente com dinheiro arrecadado pelos sindicatos e especularam que sua candidatura agora poderia estar comprometida pela falta do financiamento.
Jair Bolsonaro se destacou nas redes ao se declarar favorável à decisão do STF de manter o fim da obrigatoriedade do imposto sindical.
Na visita, Humberto Costa fez a entrega de seis veículos para o transporte de pacientes, de medicamentos e dos agentes da saúde da cidade de Salgueiro, ao lado do prefeito do município, Clebel Cordeiro (MDB). A ação é resultado da destinação de emendas para o município. Ao todo, o senador diz que já destinou R$ 662 mil para a cidade.
“Fico muito feliz de ver o nosso trabalho se tornando realidade, trazendo benefícios para as mais diversas regiões do Estado. Hoje, nós estamos em Salgueiro e este é, sem dúvida, um equipamento importante que vai melhorar a qualidade do atendimento aos pacientes e aos profissionais de saúde do município, ainda mais num momento tão difícil como este, quando, em todas as cidades onde passamos, é unânime a insatisfação do povo com este governo golpista de Michel Temer e a dificuldade das prefeituras neste momento de crise”, afirmou Humberto.
Para o prefeito da cidade, os novos veículos irão contribuir com o serviço público de saúde.
“O senador Humberto Costa é um dos políticos a quem eu posso chamar de amigo e que sempre está ajudando nossa região. Humberto está contribuindo com a saúde de Salgueiro e nunca deixou de nos apoiar mesmo defendendo bandeiras diferentes. Eu sempre sou bem recebido por ele no gabinete de Brasília e ele será sempre bem vindo e bem recebido aqui em Salgueiro”, disse Clebel.
Humberto Costa aproveitou a viagem ao Sertão para visitar Petrolina, onde se reuniu com o deputado estadual e pré-candidato ao governo do Estado, Odacy Amorim (PT) e com a vereadora do município, Cristina Costa (PT).
“É muito importante nós, que somos vereadores aqui do Sertão, estarmos participando dessas entregas e cobrando que novas ações também sejam feitas nos nossos municípios. Humberto é um senador atuante e está sempre junto da gente no Sertão”, disse Cristina, que também acompanhou o evento em Salgueiro.

Nenhum comentário