Abertura da 19ª Fenearte


Resultado de imagem para 19º Fenearte


Um momento de enaltecer as riquezas culturais e artísticas de Pernambuco e valorizar o artesanato da terra. Assim foi a tarde desta quarta-feira (4), quando foi realizada a abertura oficial da Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte) que já chega a sua 19ª edição. O prefeito Geraldo Julio, acompanhado da primeira dama, Cristina Mello, e do Governador do Estado, Paulo Câmara, conferiu de perto o evento que é considerado a maior feira de artesanato da América Latina, e que está sendo realizado no Centro de Convenções de Pernambuco.
“A Fenearte é sempre uma oportunidade de vermos o melhor que está sendo produzido por vários artesãos que temos espalhadas pelo estado. É um momento de valorizar a nossa cultura popular e movimentar também a economia com os negócios que são feitos aqui, além de alavancar o turismo. Pessoas de várias cidades podem vir aqui e conferir a riqueza da nossa cultura e criar também um bom ambiente para o artesanato”, afirmou o prefeito Geraldo Julio.
A feira, que também conta com a participação de estandes da Prefeitura do Recife, segue até o dia 15 de julho reunindo o que há de melhor na produção de artesanato do estado, contribuindo para a valorização e fortalecimento da cadeia produtiva local. O Governador Paulo Câmara, falou da importância do evento. “É um evento que cresce mais a cada ano, e a cada ano nos surpreendemos com a beleza e qualidade do que é apresentado aqui. Isso representa geração de emprego e renda para o estado, e para nossos artistas, que queremos que se sintam cada vez mais valorizados”, destacou o governador sobre o evento que este ano tem como homenageado o Mestre Salu e Seu Legado. 
No estande do Programa de Apoio ao Desenvolvimento do Artesanato do Recife (Prodarte) na 19ª Fenearte, 12 artesãos e artesãs estão comercializando produtos diversos em materiais como bijuteria, couro, cerâmica, blusas customizadas, pintura em porcelana, entre outros. “Estamos achando maravilhosa a oportunidade de estarmos aqui mostrando o nosso trabalho”, comentou emocionada, Iris de Paula, aposentada de 68 anos que agora trabalha como artesã desenvolvendo peças em madeira e bambu, além de fazer crochê e biscuit.
Os empreendedores foram selecionados por uma curadoria especializada, a partir da apresentação de criações de que foram avaliadas.Vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente, o Prodarte fomenta o artesanato do Recife, por meio do apoio aos mais de mil artesãos cadastrados, do fortalecimento da geração de renda e da divulgação cultural do município. A equipe do Prodarte também orienta e apoia a produção artesanal, bem como facilita o acesso a feiras e capacitações.

Nenhum comentário