Neymar sai mancando, mas diz que não é nada que preocupe

Brasileiro não marcou na partida / AFP


Neymar saiu mancando neste domingo da partida em Rostov del Don na qual o Brasil empatou por 1 a 1 com a Suíça, com seu pé ressentido pelo esforço e as dez faltas recebidas, em um regresso à Copa do Mundo que trouxe fantasmas do passado.
Após ter saído de maca do Mundial do Brasil, quando foi atropelado pelas costas pelo colombiano Zúñiga nas quartas de final, Neymar voltou a ser alvo de uma marcação implacável neste domingo.
"Foi por uma pancada que me deram, mas não é nada grave, nada que preocupe. Quando esfria dói um pouco", contou Neymar na zona mista na Rostov Arena, justificando por que mancava.



Recuperando-se da fissura no quinto metatarso do pé direito sofrida há quatro meses, o andar claudicante de Neymar causou preocupação à torcida brasileira, que não se esqueceu da noite de 25 de fevereiro, quando o craque se machucou em partida da Liga Francesa.
O doutor Rodrigo Lasmar, encarregado de operar o pé de Neymar após a fratura, afirmou neste domingo que "não há qualquer problema". "A pancada foi no tornozelo e não no pé. Não foi no mesmo lugar. Não estamos preocupados, não há nada diferente".
"Na parte médica, ele está 100%", disse Rodrigo Lasmar, avaliando que "trata-se de recuperar a confiança".
Apesar de se esforçar, Neymar não mostrou confiança diante da implacável defesa suíça, que bateu sem cerimônia e cometeu dez faltas, algo que não ocorria em uma Copa do Mundo desde 1998, na caçada ao atacante inglês Alan Shearer.
"Não tenho nada a dizer, apenas tento jogar futebol. Fora isto, a questão é do juiz. Isto já vem acontecendo, os jogadores se alteram para fazer as faltas, mas a arbitragem não presta atenção", reclamou ao final da partida.
"Ele se atira muito também. Das dez, sete ou oito não foram faltas. É preciso tentar parar o craque e ele é craque", rebateu o reserva suíço Gelson Fernandes.

Nenhum comentário