Náutico: 'Os tempos ruins estão próximos de terminar', profetiza Josa

Josa volta após quase dois meses se recuperando de lesão no joelho / Léo Lemos/Náutico
Recuperado da primeira grande lesão da carreira, Josa está de volta ao Náutico. Para a partida contra o Remo, no próximo sábado, pela nona rodada da Terceirona, briga pela titularidade no meio de campo junto com Jhonnatan e Jobson. Após quase dois meses longe dos gramados por uma lesão no primeiro jogo da final do Pernambucano, o volante relembrou os momentos difíceis da lesão no joelho esquerdo, a angústia por ficar de fora da volta da final do Estadual e também por não poder ajudar o Timbu no dramático início de Série C.


“Fiquei bastante tempo afastado por lesão. Foi a primeira vez que fiquei tanto tempo assim. Aprendi várias coisas e estava ansioso para voltar logo e poder ajudar o Náutico. Estou na expectativa para jogar. Depende do professor Márcio. Já estou à disposição e treinando forte. Estou de 70% a 80% pronto. Não é nem mais a parte física, mas o ritmo de jogo”, afirmou Josa.
Nesses quase dois meses fora, Josa relatou a tristeza principalmente em dois momentos: no jogo da volta da decisão do Estadual - machucou-se no jogo de ida contra o Central, no Lacerdão -, e quando o Timbu entrou em queda livre na Série C. “O mais difícil foi ficar de fora da final. Para minha cabeça aceitar isso foi conturbado. Tive que vir todos os dias tratar e impossibilitado de fazer o que sei e gosto. Foi também muito complicado ver os companheiros num momento que nada estava dando certo, com as coisas caminhando ladeira abaixo. Acredito que esses tempos ruins estão próximos de terminar. Espero que comece logo agora (contra o Remo)”, disse o volante.
<

Nenhum comentário