Embate quente no Sertão entre Salgueiro e Santa Cruz

Robinho é o artilheiro da temporada e jogou todos os jogos do Santa Cruz. / Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
O Santa Cruz terá a chance de se consolidar no G-4 do Grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro depois de voltar para zona de classificação com a vitória em cima da Juazeirense, na última rodada, acumulando 13 pontos. Para isso, espera triunfar diante do Salgueiro, hoje, às 19h30, no estádio Cornélio de Barros, no Sertão de Pernambuco, no complemento da 9ª rodada, para manter o embalo em busca da classificação para as quartas de final. Se perder, no entanto, será ultrapassado pelo Carcará (11 pontos) e deixará o grupo dos quatro melhores.
“Fizemos uma boa semana de preparação. Acho que vamos chegar bem preparados. Como o professor (Roberto Fernandes), é preciso trabalhar firme e forte para conquistar os objetivos. Tivemos êxitos nos trabalhos e estamos preparados”, afirmou o zagueiro Augusto Silva.
Os jogadores do Santa Cruz não terão o apoio de Roberto Fernandes na beira do gramado. Ele foi expulso contra a Juazeirense e deixará o auxiliar técnico Barata no lugar. Além disso, a Cobra Coral terá mais quatro novos desfalques.


Suspenso pelo terceiro cartão amarelo, o volante Charles não enfrenta o Carcará. A ausência de um primeiro volante no elenco obrigou Roberto Fernandes a mudar o esquema e deixar o 4-3-3 para adotar o 4-2-4, com apenas Carlinhos Paraíba e Arthur Rezende como jogadores de origem do meio-campo. E, dessa maneira, optar por quatro atacantes.
Recém-contratado, Leandro Costa deve estrear no pelotão de frente ao lado de Robinho, Fabinho Alves e Augusto. Nessa formação, os dois primeiros fecham a linha de meio-campo pelas beiradas. Outro opção utilizado pelo treinador foi o esquema com três zagueiros e entrada de Danny Morais. Só que Roberto deixou claro que só vai acionar o defensor em caso de necessidade, pois ele ainda está usando a máscara de proteção se recuperando de uma cirurgia no nariz para corrigir uma fratura em quatro pedaços sofrida no jogo contra o Remo.
“São duas formações que Roberto (Fernandes) acabou testando para ver qual era a melhor e pensando em situações de jogo. Foi um bom treino e estamos preparados. A segurança é a mesma nos dois esquemas. O time fica mais compacto e conservador com os quatro atacantes, pois as linhas ficam mais próximas e existe uma maior ajuda na marcação. Com três zagueiros, o ataque fica mais livre e forte”, disse o zagueiro.
Os outros desfalques do Santa Cruz são os laterais Vítor e Allan Vieira, e o meia Valdeir, todos vetados pelo departamento médico. O primeiro por conta de uma lesão muscular grau um na coxa direita, o outro com uma entorse no tornozelo esquerdo, e também expulsão, e o último tem uma contusão grau dois também na coxa direita. Além disso, permanecem em recuperação sob cuidados clínicos os meias Hericlis e Geovani tratando o púbis e a coxa.

HISTÓRICO

O Santa Cruz fará o 33º terceiro jogo contra o Salgueiro na história. No total, foram 12 vitórias corais, 10 triunfos sertanejos e 10 empates. Na última e única partida em 2018, as equipes não saíram do empate por 1x1 no Sertão de Pernambuco. “Já enfrentamos eles no Pernambucano. É um time bem postado e vem de três vitórias seguidas. Sabemos o que temos que fazer para vencer”, frisou Augusto.

FICHA DO JOGO - SALGUEIRO X SANTA CRUZ
Salgueiro - Mondragon; Maurício, Emerson e Luiz Eduardo; Iury, Peu, Michel Guerreiro, Marcos Vinicius e Mateus Mendes; Willian Lira e Erikys Junior. Técnico: Sérgio China. Esquema: 3-5-2.
Santa Cruz - Tiago Machowski; Maílton, Augusto Silva, Sandoval e Ávila; Carlinhos Paraíba e Arthur Rezende; Fabinho Alves, Robinho, Leandro Costa e Augusto. Técnico: Roberto Fernandes. Esquema: 4-2-4.

Local: Estádio Cornélio de Barros, em Salgueiro-PE. Horário: 19h30. Árbitro: Adriano Milczvski (PR). Assistentes: Daniel Cotrim de Carvalho e Jefferson Piva da Silva (ambos do PR). Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

Nenhum comentário